Blog do Xico Malta

Conheça o novo campeão francês

Posted in Do Malta by xicopati on 20/05/2012

1919, a fundação do clube

O Montpellier Hérault Sport Club foi fundado em 1919 com o nome de Stade Olympique Montpelliérain (SOM). O clube conquistou a Copa da França em 1929 antes de integrar o novo campeonato profissional em 1932. O clube do sul da França alternou algumas temporadas entre a primeira e segunda divisão durante 37 anos, antes de entrar em colapso no início dos anos 1970.

 

O advento Nicollin

Assolado por graves dificuldades financeiras, Montpellier entrou em falência no ano de 1969.

A maioria do elenco deixou o clube e se integrou na Formation Sportive de Nettoiement, equipe corporativa do empresário Louis Nicollin.

Presidente emblemático, ele comprou finalmente o clube em 1974 e promoveu a fusão de ambas as equipes.

Sua personalidade extrovertida, sua sinceridade, seu estilo destacavam o emblemático presidente.

 

Treinadores no Montpellier, uma história de amor

Os treinadores do Montpellier protagonizaram muitas vezes uma bela história de amor. Michel Mézy, Robert Nouzaret, Jean-Louis Gasset… Desde a sua chegada na presidência do Montpellier, Louis Nicollin sempre esteve rodeado de treinadores, amigos, que sempre compartilharam a sua visão do futebol e seu estilo de vida.

 

A volta à elite

O clube agonizou durante vários anos nas divisões inferiores do campeonato francês antes de retornar a elite em 1988. Roger Milla, o lendário atacante camaronês, foi o personagem principal da ascensão do clube em 1986/97. Ele marcou 41 gols dos 73 inscritos pela sua equipe.

Mania de grandeza

Em 1989, o clube foi rebatizado de Montpellier Hérault Sport Club (MHSC).

A exemplo dos grandes presidentes da época, como Claude Bez e Bernard Tapie, os quais possuíam os mesmos valores e estilo, Nicolin também pensava grande. Para começar, ele contratou Aimé Jacquet, tricampeão francês com o Bordeaux.

Depois trouxe o melhor jogador sul-americano daquele ano, o colombiano Carlos Valderama. Cantona, Xuereb, Guérin, se juntam ao elenco construído para alcançar o topo do futebol francês.

 

A consagração

Na primavera, quando o clube estava na lanterna do campeonato, Aimé Jacquet foi demitido e Nicollin contratou Michel Mézy que deu vida ao grupo ao convencer Laurent Blanc a jogar de libero ao lado do brasileiro Júlio César. A nova estratégia deu certo e o Montpellier conquistou a Copa da França em 1990. Na temporada seguinte, o clube teve uma bela atuação na Recopa ao vencer o PSV de Romário antes de ser eliminado nas quartas de final de forma honrosa contra o Manchester United.

 

A gradual descida aos infernos

Apesar do time dos sonhos, a temporada foi trágica. Montpellier esteve nas últimas posições da tabela de classificação apesar da sua famosa dupla de ataque. O atacante Paille com 4 gols em 17 jogos deixou o clube durante a temporada. Cantona, com 10 gols em 33 jogos disputados no campeonato nacional, se juntou ao time das decepções. Bem longe da história que Louis Nicollin gostaria de ter escrito. A taça da Copa da França, o único título do clube até então, não fora suficiente diante de tanto investimento.

 

Nicollin, pai e filho

O clube desceu para a segunda divisão na temporada 1999/200 depois de treze temporadas consecutivas na elite. Louis Nicollin deixou a gestão do clube ao seu filho Laurent mas ainda permaneceu na presidência do clube.

 

O poder da juventude

Para melhorar o seu elenco, Montpellier amparou-se no seu centro de treinamento criado em 1978, de onde surgiu o zagueiro campeão mundial em 1998 com a seleção francesa, Laurent Blanc. No início dos anos 2000, o clube voltou à segunda divisão. O treinador Rolland Courbis chegou no clube em 2008 e subiu o clube para a primeira. René Girard tomou as rédeas do time em 2009 e levou o Montpellier a uma surpreendente quinta posição.

A consagração

2012, o ano da consagração. Montpellier conquista o campeonato francês, terminando na frente do mais novo milionário europeu, o Paris Saint-Germain. Olivier Giroud, Younès Belhanda et Mapou Yanga-Mbiwa foram os personagens principais deste sucesso.

O Montpellier era o décimo terceiro no ranking de investimento (36 milhões de euros). O segundo colocado Paris SG gastou mais de 100 milhões de euros em contratações nesta temporada depois de ter sido comprado pelos investidores do Qatar.

David derrotou Golias!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s