Blog do Xico Malta

Ultras do AEK repudiam seu jogador

Posted in Do Malta by xicopati on 19/03/2013

Neste final de semana, o jogador Giorgos Katidis, jovem revelação do futebol grego do AEK fez uma saudação nazista após marcar o gol da vitória diante do FC Veria  (veja o post: Jogador grego banido pra sempre da seleção grega por causa de uma saudação nazista).   .

A saudação foi endereçada às arquibancadas do estádio Olímpico de Athenas. Entretanto, o insensato jogador esqueceu-se de um importante detalhe ao comemorar o gol: A grande maioria da torcida do AEK Athenas é de esquerda.

O reduto deste clube grego está localizado no bairro universitário de Exarchia, reduto de intelectuais e estudantes de Athenas.

A torcida do AEK é conhecida por ser formada por descendentes de refugiados da famigerada troca compulsória de populações entre a Grécia e a Turquia, consequência da Guerra de 1919-1922. Criada a República da Turquia, houve um acordo entre ambos os países onde foi realizada a troca entre os gregos ortodoxos da Turquia e os cidadãos muçulmanos da Grécia. Vale lembrar que milhares de gregos ortodoxos, habitantes da Anatólia na atual Turquia, moravam na região desde o império bizantino sendo obrigados a se retirar compulsoriamente do território de seus ancestrais. Na Capadócia, por exemplo, há vilarejos gregos desde a época de Bizâncio, onde pessoas se refugiavam embaixo da terra contra invasões inimigas e construíram fantásticas igrejas esculpidas dentro de cavernas. No início do século passado, estes gregos da Turquia foram obrigados a se retirar e tiveram que reiniciar uma nova vida na Grécia, sofrendo preconceitos de seus pares.

Importante salientar também que os ultras do AEK, o Original 21, formam o “Triângulo da Fraternidade” junto com a torcida do Livorno (Brigate Autonome Livornesi 99) e do Olympique de Marseille (Commando Ultras 84). Esta aliança de torcedores de esquerda tem como objetivo promover campanhas antifascistas e também combater o racismo nos estádios da Europa.

aek

Diante disso tudo, é óbvio que os ultras do AEK não iriam aceitar as justificativas esdrúxulas do jogador e publicaram um comunicado oficial em seu site:

“Você é um babaca, um exibicionista com uma franjinha ridícula e com desenhos no corpo, de uma imaturidade tão inferior quanto as suas crenças, não podemos tolerar… e com a nossa boa vontade poderíamos até desculpá-lo… No entanto fazer a saudação nazista é inadmissível. Você é um ridículo insignificante, não dá pra perdoar em hipótese alguma! Você ofendeu a história de nossos antepassados, a nossa própria história… dos refugiados e dos nossos valores antifascistas! Finalmente você não vale nada como jogador e como pessoa! A partir de agora você se tornou persona non grata. As tuas lágrimas não convencem… a mesma coisa vale para suas desculpas! Os membros dos “batalhões de segurança” (grupo que ajudavam os alemães durante a ocupação nazista), os colaboradores, ou seja todos aqueles que antes de você fizeram a mesma saudação, tinham também suas desculpas. A história não irá te esquecer!

Nós, a grande família do AEK, família dos refugiados e dos valores humanos, nunca iremos esquecer!”

 

Veja o texto original no site do Original 21: http://original21.com/headlines/222

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s