Blog do Xico Malta

A torradeira do Sankt Pauli

Posted in Do Malta by xicopati on 28/09/2012

 

O clube alemão da cidade de Hamburgo acabou de lançar uma torradeira que deixa um dos símbolos do time na própria torrada. No café da manhã, o fanático torcedor do alternativo clube alemão poderá degustar uma deliciosa torrada com a marca do su time preferido e esquecer que seu time encontra-se na décima terceira posição da segunda divisão alemã (Bundesliga 2).

Saiba mais sobre o Sankt Pauli em um post de 2010, ano do centenário do time e de sua promoção à primeira divisão do campeonato alemão.

Um Red Light District

O time leva o nome do bairro onde está sediado desde a sua criação, na cidade de Hamburgo, norte da Alemanha. Conhecido por ser um Red Light District (bairro da luz vermelha), o local abriga sex shops, casas de prostituição, teatros, discotecas e bares.

É conhecido por receber faz muito tempo os marinheiros ávidos e sedentos pelos prazeres carnais depois de meses no mar.

Hoje em dia, o bairro tem como seu ponto alto a famosa rua Reeperbahn, repleta de casas de stripers, bordéis e um museu do sexo. É lá também que se encontra o ilustre Star Club, onde os Beatles, no começo dos anos 60, ainda desconhecidos, tocavam.

Por lá já passaram também Jerry Lee Lewis, Jimi Hendrix, Ray Charles e tantos outros astros do Rock.

É nesse ambiente que vive o St. Pauli. Parodiando o filosofo iluminista: O clube é o reflexo de seu meio. Seus torcedores compostos por punks, rockeiros, artistas e gays compõem a paisagem do estádio Millerntor, junto à fumaça dos cigarros de maconha e das bandeiras com caveiras de pirata, símbolo do clube.

Militantes libertários ou de extrema esquerda, todos se unem nos valores defendidos pelo clube desde a sua criação em 1910. No seu estatuto está determinado que antes de mais nada o Sankt-Pauli é um clube anti-racista e antifascista.

Rivalidades

O St. Pauli, clube mais sui generis de toda a história do futebol mundial, completou 100 anos em 2010.

Além da rivalidade com o Hamburgo, o St. Pauli tem como principais adversários o Bayern de Munique e o Hansa Rostock.

O time de Munique é considerado pelos habitantes de Hamburgo o expoente do capitalismo da rica Baviera.Eles encaram o confronto como o jogo do time de esquerda, do norte e protestante, contra um dos mais ricos clubes do mundo, localizado no sul da Alemanha, região composta por maioria católica.

A briga com o Hansa Rostock é outra. O time da ex-Alemanha Oriental tem muitos  torcedores neonazistas.

Este jogo é considerado o mais perigoso do país.

The Rebel’s choice

Não só de rivalidades vive o St. Pauli. Os torcedores do time de Hamburgo tem uma amizade fraternal com os seus homólogos escoceses do Celtic de Glasgow. A união das duas torcidas é chamada de The Rebel’s choice (a escolha rebelde).

O liustre senhor Corny

Em 2002, Cornelius Littman, ou simplesmente Corny, assumiu a presidência do clube.

Homossexual assumido, Corny é artista e dono de um cabaré no bairro, o Schmidt Theater.

Este emblemático personagem de Hamburgo conseguiu conciliar as obrigações do futebol moderno com o desejo de seus torcedores de manter as tradições da instituição.

Corny deu algumas pinceladas capitalistas na gestão do clube, que apgou uma enorme dívida.

Deu início também à modernização do estádio Millerntor. Conciliou o desejo de seus torcedores de manter a maioria dos lugares em pé com preços baixos e contruiu camarotes caros para quem deseja mais conforto.

O bom trabalho de Corny foi premiado com a primeira divisão da bundesliga no ano de seu centenário.

É lógico que a festa não podia ser banal.

No dia 9 de maio deste ano, logo após o apito final do último jogo da segunda divisão, os jogadores do St. Pauli entraram no vestiário e voltaram alguns minutos depois com as camisas de seus futuros adversários da Bundesliga.

A parodia de um jogo entre o Sankt-Pauli e o All Stars da Bundesliga foi idealizada e dirigida por Corny.

O rockeiro St. Pauli

Nos jogos em casa, o time entra em campo ao som de “Hells Bells do grupo AC/CD.

Sempre depois de cada gol, toca nos alto falantes do estádio trecho de música Song2 do grupo Blur.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s