Blog do Xico Malta

Alessandro Del Piero em 10 datas

Posted in Do Malta by xicopati on 14/05/2012

19 de setembro 1993 : Juventus 4 x 0 Reggina

Alessandro Del Piero iniciou sua carreira no Padova. Depois de duas temporadas, ele é contratado pela Juventus de Turim.

O jovem craque vestiu pela primeira vez o manto alvinegro no dia 12 de setembro de 1993.

Uma semana depois, ele já marcava o seu primeiro gol na Serie A, aos 18 anos de idade.

Os dirigentes bianconeri foram persuadidos que eles tinham nas mãos uma verdadeira pérola.

No fim do jogo, uma jornalista, com um penteado completamente maluco, lhe entrevista pela primeira vez na televisão (assista o vídeo abaixo).

O torcedor juventino descobria um jogador tímido o qual explicou que poderia jogar como “segundo atacante ou como meia”.

E assim concluiu a jornalista: “Te desejamos uma bela carreira esperando te rever mais tarde como um grande artilheiro”.

Dito e feito!

4 de dezembro 1994 : Juventus 3 x 2 Fiorentina

Ao passar do tempo, Del Piero se impõe no elenco da Juve, ao lado de Vialli e Ravanelli.

Neste jogo, a Juventus perdia por 2 a 0, em casa, diante do rival florentino. Vialli marcou dois gols e permitiu à Velha Senhora empatar a partida.

Foi ai que Del Piero conquistou de vez a fanática torcida da Juve marcando o gol da virada e também o mais bonito da carreira.

Ao receber um longo lançamento, o jovem craque pegou de primeira e encobriu o goleiro adversário.

A Juve venceu por 2 a 1 e “Alé” entrou pra história graças ao gol mais marcante, simbolicamente falando, do campeonato italiano.

Simples assim.

22 de maio 1996 : Juventus 1 x 1 Ajax (Pênaltis: 4 x 2)

Scudetto em 1995. Copa da Itália em 1995. Supercopa da Itália em 1995. Depois de ter reinado na Velha Bota, o próximo objetivo seria o continente europeu.

A Juve, depois de ter perdido a final da Copa da UEFA em 1995 contra o Parma, conquistou a edição da Liga dos Campeões contra o Ajax.

Uma campanha europeia através da qual Del Piero marcou o seu primeiro gol em Champions League contra o Dortmund.

Na final, “Alé” não marcou mas foi um dos destaques do jogo. A Juve venceu nos pênaltis. Del Piero conquistava a tão almejada Liga dos Campeões.

Ele não sabia disso ainda mas seria a primeira e a última vez que ele levantaria o principal troféu do continente europeu.

 

24 de abril 1998 : Juventus 1 x 0 Inter 

Durante a temporada 1997/1998, a Juventus tem como principal concorrente a Inter de Milão liderada pelo fenômeno Ronaldo.

No dia 24 de abril, os dois cabeças do campeonato, separados somente por dois pontos, se enfrentaram no estádio Delle Alpi.

Um jogo que irá definitivamente marcar a história da Serie A. Uma partida dura, disputada e truncada.

No primeiro tempo, foi justamente Del Piero que abriu o placar com um belo gol.

Depois da pausa, o árbitro não viu o pênalti de Iuliano em cima de Ronaldo e alguns instantes depois concedeu um pênalti à Juve em uma falta dentro da área em cima de Del Piero.

A Juve venceu por 1 a 0 em um jogo polêmico e prosseguiu em direção ao seu terceiro Scudetto em quatro anos.

Del Piero terminou na quarta posição da artilharia, atrás de Bierhoff, Ronaldo, Baggio e empatado com Batistuta.

Velhos tempos de bom campeonato italiano!

8 novembro 1998 : Udinese 1 x 1 Juventus

Talvez o dia que mudou a carreira de Del Piero. Até aqui, o craque sempre esteve no topo, conduzindo sua equipe a belas vitórias.

Porém neste dia 8 de novembro, nos últimos instantes do jogo, Pinturrichio machucou-se no joelho.

O diagnostico da lesão veio algumas horas depois: Ruptura dos ligamentos cruzados do joelho.

Ele foi operado nos Estados Unidos e ficou longe dos gramados durante longos nove meses.

Consequência imediata: A Juventus, atual campeã italiana, realizou uma temporada medíocre e terminou na sétima posição, seu pior resultado desde 1962.

Ele voltou aos gramados no verão seguinte, mas alguma coisa, no seu modo de jogar foi irremediavelmente quebrado.

Ele admitira em algumas entrevistas: Houve um Del Piero antes da contusão e um Del Piero depois da contusão.

14 de maio 2003 : Juventus 3 x 1 Real Madrid

Alguns anos depois, Del Piero voltou ao seu melhor nível.

Em 2003, a Juve, atual campeã italiana, realizou uma temporada extraordinária e conseguiu chegar na semifinal da Liga dos Campeões.

Derrotado pelo Real Madrid por 2 a 1, os Bianconeri abriram o placar graças a Trezeguet. Alguns minutos mais tarde, Del Piero incendiou o estádio.

Depois de uma bela jogada, ele humilhou Fernanda Hierro com dois belos dribles e fuzilou Iker Casillas. 2 a 0.

A Juve vencia por 3 a 1 e se classificava para a final da Champions.  Mas pela primeira vez em sua carreira depois de 1997 e 1998, Del Piero perdia uma final, desta vez contra o Milan. Uma derrota contrabalanceada pelo quinto Scudetto.

Será que foi o suficiente para consolar o pobre craque?

4 de julho 2006 : Itália 2 x 0 Alemanha

Um dos jogos mais incríveis da história da seleção italiana. Semifinal da Copa do Mundo da Alemanha. A Itália jogava contra os anfitriões. Na squadra Azurra, Del Piero nunca obteve o mesmo sucesso que ele teve com a Juve.

Principalmente, ele ainda guardava na memória a maldita final da Euro 2000 contra a França onde ele errou por duas vezes a bola decisiva do jogo, quando a Itália perdia por 1 a 0. Seis anos depois, ele tinha a sua revanche. Aos 118’ de um jogo sem fim, Fabio Grosso abriu o placar para a Nazionale.

Um minuto depois a Itália partiu em contra ataque. Gilardino, com olhos na nuca, passou a bola para Del Piero que marcou um belo gol. 2 a 0 e “andaimo a Berlino!”.

16 de setembro 2006 : Juventus 2 x 1 Vicenza

No início do verão europeu de 2006, a Juventus foi rebaixada depois do escândalo Calciopoli.

Pela primeira vez, depois 13 anos da época de Padova, Del Piero retornou à Serie B. Como um bom capitão que não abandona o seu navio, ele prometeu trazer de volta o seu time à Serie A, apesar da penalidade imposta de novo pontos a menos ao time de Turim.

Durante a segunda rodada do campeonato, com a faixa de capitão no braço, Del Piero celebrou o seu 500 jogo no profissional, 486 com a camisa da Juventus.

Ele festejou este feito ao marca o seu primeiro gol na temporada, o segundo da sua carreira na Serie B, depois de um gol marcado com a camisa do Padova em novembro de 1992. Del Piero marcou na ocasião 20 gols sendo o maior artilheiro da segunda divisão.

A Juve subia para a primeira e em seguida o Capitano voltava a ser consagrar como o maior artilheiro da Serie A.

30 de outubro 2010 : Milan 1 x 2 Juventus

O retorno à Serie A foi difícil. Depois de anos com um saldo positivo, a Juve terminava na sétima posição na temporada 2009/2010.

No entanto, a temporada seguinte foi bem melhor. Os turinenses lideraram o campeonato junto com a Lazio.

Del Piero jogou menos pois a Juve tentava renovar a sua equipe. Porém, neste dia, contra o Milan, ele foi titular. Boa escolha. Depois da abertura do placar por Quagliarella, Pinturicchio aproveitou o passe de Sossioko para marcar o segundo gol da Juve.

Importante salientar que este não foi um gol qualquer. Primeiro foi o gol da vitória da Juve e segundo foi o 179 gol de Del Piero com o manto alvinegro na Serie A, transformando-se no maior artilheiro da história do clube na frente de Boniperti.

11 de abril 2012 : Juventus 2 x 1 Lazio

Com a chegada de Antonio Conte no comando da Juve, seu ex-colega de time, Del Piero vai para a reserva.

Um reserva de luxo, claro, mas um reserva.

No início da temporada, Andrea Agnelli, herdeiro do grupo FIAT e proprietário da Juve, anunciou que será a última temporada do número 10 no clube.

Os tifosi custaram a acreditar na notícia.

No entanto, “Alé” aceitou seu destino com uma imensa dignidade e respondeu da maneira mais nobre: Dando o seu melhor quando entrou em campo.

Ele marcou seu primeiro gol no novo estádio da Juventus no dia 24 de janeiro contra a Roma,  transformando-se no único jogador da história a marcar nos quatro estádios da Juve: Comunale, Delli Alpi, Olimpico e Juventus Stadium.

No dia 11 de abril, ele entrou no meio do jogo contra a Lazio e marcou o gol da vitória a sete minutos do fim. Uma vitória fundamental que trouxe o Scudetto aos Bianconeri.

13 de maio 2012: Juventus 3 x 1 Atalanta

Último jogo de Del Piero com a Juventus a qual conquistou o seu vigésimo oitavo título de forma invicta em 38 rodadas disputadas.

“A Juve é invencível e Del Piero é imortal”: “Alé” festejou com maestria a sua despedida ao marcar o segundo gol, o seu 289 com o manto alvinegro em todas as competições disputadas. Um verdadeiro ídolo que se transformou em mito de um dos maiores clubes do mundo.

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Silvio Takeshi Inoue said, on 14/05/2012 at 14:45

    Caro Xico!
    O Alé não jogará a final da Coppa Italia neste domingo? Eu jurava que a aposentadoria dele seria após este jogo… Uma pena…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s