Blog do Xico Malta

Os 10 jogos do clássico Bayern de Munique x Real Madrid

Posted in Do Malta by xicopati on 25/04/2012

 

Bávaros contra Merengues: Nesta tarde, no Santiago Bernabeu, o clássico europeu estará carregado de tradição e rivalidade. Bayern de Munique e Real Madrid é uma velha e longa história. Juntos os dois gigantes possuem 13 títulos da Liga dos Campeões. Ambos se enfrentaram por diversas vezes na mais prestigiosa competição europeia, em quartas de final, semifinais e fase de grupos, no entanto, nunca protagonizaram uma final. Também não será o caso neste ano mais uma vez.

1 – Semifinal jogo de volta, 20 de abril 1976, Bayern de Munique x Real Madrid (2 a 0)

O time alemão tinha a volta do craque Breitner que jogaria ao lado de Günter Netzer, o maior inimigo de Beckenbauer. Na época, o Real era um time decadente a procura dos tempos áureos (seu último título na Champions tinha sido em 1966). Do outro lado, o Bayern encontrava-se em seu apogeu: seu time, liderado por Maier, Schwarzenbeck, Hoeness et Muller, venceu as duas primeiras Copas da Europa dos clubes campeões (1974, 1975). A seleção alemã, formada pela base deste Bayern, venceu a Copa do Mundo de 1974 e a Euro de 1972 e não seriam os craques espanhóis (Santillana, Camacho, Piri e até Del Bosque – jovem, magro e já bigodudo) que tirariam o sono dos bávaros. Depois do empate no jogo de ida por 1 a 1, no jogo devolta, o canhão do Bayern, Müller, liquidou a partida em trinta minutos com dois gols. Auf Wiedersehen Madrid!

2 – Amistoso, 8 de agosto 1980, Bayern de Munique 9 x 1 Real Madrid

Talvez este amistoso seja o estopim da rivalidade existente hoje em dia entre os dois gigantes da Europa. Após a partida, Vujadin Boskov, treinador dos merengues, soltou a famosa pérola: “Prefiro perder uma vez só por nove gols do que nove vezes por um gol”. Convidado daquele ano para disputar o troféu Bernabeu, Klaus Augenthaler foi expulso na semifinal por um gesto obsceno contra a torcida madrilena. Desapontado, os jogadores do Bayern deixaram o gramado…

3 – Semifinal jogo de ida, 8 de abril 1987, Bayern de Munique 4 x 1 Real Madrid

É o famoso Real da “Quinta del Buitre”, vencedor da Copa da UEFA nos dois anos anteriores. Onze anos depois, os espanhóis encarravam o jogo como revanche. Os alemães enxergavam, por sua vez, o jogo como simplesmente uma passagem para uma nova final, cinco anos após daquela perdida contra Aston Villa. O Bayern acalmou rapidamente o ímpeto madrileno graças aos dois pênaltis cobrados por Matthaüs. Para agradecer tal feito, Juanito massageou suas costas com os pés. Resultado: Cinco anos de suspensão nos torneios europeus…

4 – Quartas de final jogo de volta, 16 de março 1988, Real Madrid 2 x 0 Bayern de Munique

Naquela temporada, o clube merengue possuía, de longe, a melhor equipe do velho continente. A geração de Butragueno eliminou enfim o seu inimigo preferido no Santiago Bernabeu. Maktub! o Real Madrid vencia novamente a Champions, vinte anos após a sua última conquista. Na semifinal, os merengues atropelaram o PSV de Hiddink.

5 – Segunda fase de grupos, jogo de ida, 29 de fevereiro 2000, Real Madrid 2 x 4 Bayern de Munique

Neste confronto, o dirigentes bávaros mandaram confeccionar cachecóis declarando o Bayern como “la Bestia negra” do Real pois os espanhóis sempre perderam em Munique com exceção de um único empate. Melhor ainda: O campeão alemão ganhou duas vezes no Bernabeu. O Bayern fez oito gols nos dois jogos e dois meses e meio depois no Stade de France em Paris o Real vencia a sua oitava Champions contra o Valência por 3 a 0…

6 – Semifinal, jogo de ida, 3 de maio 2000, Real Madrid 2 x 0 Bayern de Munique

Dois meses após terem sido ridiculizados na fase de grupos pelo Bayern, os dois rivais se reencontram novamente nas semifinais. Nas quartas de finais, os madrilenos eliminaram o Manchester United.

7 – Semifinal, 2 de maio 2001, Real Madrid 0 x 1 Bayern de Munique

É o ano da superstição para os alemães. Depois de ter perdido três finais como favorito (82, 87 e 99) e ter vencido três sem favoritismo (74, 75, 76), os dirigentes do Munique decidiram trazer de volta o uniforme tradicional e básico do time: Camisa vermelha, gola branca, calção vermelho e meias brancas com listras vermelhas. E o pior foi que deu certo. Vitória na final nos pênaltis contra o Valencia, no estádio San Siro, em Milão.

8 – Quarta de final, 10 de abril 2002, Real Madrid 2 x 0 Bayern de Munique

Derrota do gigante bávaro diante dos galácticos do Real Madrid, liderado por Zidane.

9 – Oitava de final, jogo de volta, 9 de março 2004, Real Madrid 1 x 0 Bayern de Munique

O melhor time da era galáctica se perdeu na tournée asiática antes de perder todoas as competições disputadas (Porto, futuro campeao da Champions)… em um mês, o Real perdeu a Champions contra o Monaco, a Copa da Espanha no Bernabeu diante do Zaragoza e o campeonato espanhol para o Valência. Ronaldo e Beckham foram inócuos.

10 – Oitavas de final, jogo de volta, 7 de março 2007, Bayern de Munique 2 x 1 Real Madrid

Os dois grandes rivais europeus se encontraram desta vez mais cedo na mais prestigiosa competição europeia. O Real de pós Zidane contava com o artilheiro holandês van Nistelrooy e Raul que no jogo de ida marcaram os dois gols do clube merengue antes que van Bommel diminuísse a vantagem a dois minutos do final. No jogo de volta o gigante da Baviera venceu por 2 a 1 e se classificou para as quartas de final.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s