Blog do Xico Malta

Gafe na Hungria

Posted in Do Malta by xicopati on 07/09/2011

Depois da vitória na prova dos 1000m, na última sexta-feira, , pelo campeonato mundial de Canoagem e Caiaque disputado na Hungria, as alemãs Anne Knorr e Débora Niche ficaram surpresas ao ouvir no pódio o hino nacional alemão da época nazista.

O « Deutschland über alles » (“Alemanha acima de tudo”) foi tocado no lugar do hino oficial alemão, « Einigkeit und Recht und Freiheit » (Unidade, Direito e Liberdade). Veja o vídeo abaixo.

As duas medalhistas de ouro e os espectadores ficaram visivelmente incomodados com esta gafe.

O hino da Alemanha nazista não era tocado desde a Segunda Guerra Mundial.

O treinador das meninas, Rainer Kiessler, fez questão de deixar claro o seu profundo mal estar em uma entrevista à televisão alemã:

“Estou consternado. Isto é inadmissível.”

A primeira estrofe da “Canção dos Alemães”

Estas controvérsias ou gafes, muitas vezes acidentais, possuem um forte simbolismo. Isto se deve ao fato de que o hino nacional alemão e o hino nacional nazista possuem a mesma origem, o « Deutschlandlied » (“Canção dos Alemães”), porém sem as mesmas estrofes. O que pode gerar uma triste confusão. (veja o vídeo abaixo)

Na verdade, o regime nazista apenas reutilizou e reinterpretou uma canção já presente na cultura alemã desde a sua oficialização como hino nacional em 1922 pelo primeiro governo social democrata.

Algumas semanas depois de terem conquistado o poder, os dirigentes nazistas fizeram do « Deutschlandlied », mais precisamente de sua primeira estrofe, uma canção de combate para os SA (organização paramilitar do partido nazista): o « Deutschland, über alles » foi o predecessor oficial do « Horst-Wessel-Lied » (hino dos SA).

Desde 1945, uma lei alemã proíbe que se cante ou toque o « Horst-Wessel-Lied » publicamente.

A música « Deutschland, über alles » está diretamente associada ao « Horst-Wessel-Lied » e a ideologia nacional-socialista, ou seja, superioridade da raça chamada “ariana” e hegemonia geográfica do “espaço vital” do III Reich.

A Alemanha reunificada canta a terceiro estrofe

A queda do Reich significou a proibição da “Canção dos Alemães”, interditada pelos aliados.

Durante a fundação do Estado Federal Alemão em 1949, nenhum hino foi proposto e a música “Ode a alegria” de Beethoven foi utilizada durante um curto espaço de tempo como hino.

 

Somente em 1952 o início da música de Hoffman von Fallersleben voltou a ser o hino nacional, graças a um acordo feito entre o presidente Theodor Heuss e o chanceler Konrad Adenauer.

Entretanto apenas a terceira estrofe era cantanda, as duas primeiras foram desacreditadas pela ditadura nazista.

Assim confirmou o chanceler alemão Helmut Kohl em 1991, durante a cerimônia de reunificação da Alemanha:

“A terceira estrofe da “Canção dos Alemães”, escrita por Hoffman von Fallersleben com base na música de Joseph Haydn, constitui o Hino nacional do povo alemão”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s