Blog do Xico Malta

Corinthians, Jonas e a Libertadores

Posted in Do Malta by xicopati on 02/02/2011

Acompanho o Corinthians na libertadores há muito tempo. A primeira derrota realmente sentida foi contra o Boca Juniors em uma noite de temporal no Morumbi. Dali começou minha via crucis como torcedor sofredor na libetadores da América.

Vou apelar pra superstição, não acredito em bruxas mas que elas existem, existem.

Busquei minha inspiração na Marinha britânica a qual cheia de supertições, sempre temeu a presença de Jonas em seus navios.

Antes vamos descobrir a lenda de Jonas da Bíblia e seu adoção pela marinha de sua majestade.

No filme Mestre dos mares, há a referência bíblica óbvia em qualquer história de viagens marítimas: Jonas. No início um pregador faz um sermão tendo por tema a figura de Jonas, o homem que se mete num navio para fugir das ordens de Deus.

“Mas o Senhor lançou sobre o mar um vendaval e houve no mar uma tão grande tempestade que o navio estava a ponto de naufragar.”(Jonas.1.4)..

Como último recurso, os marinheiros jogam a sorte para descobrir por culpa de quem acontecia aquilo. O resultado aponta Jonas e eles o atiram ao mar. O que significa que viajar com alguém marcado por Deus dá um tremendo azar.

Em “Mestre dos mares”, depois de sucessivas dificuldades e azares, os marinheiros concluem que um tímido suboficial é o causador, que é ele o Jonas do Surprise. Como não estão nos tempos bíblicos, ninguém se dispõe a jogá-lo no mar, mas o pressionam de tal forma – o clássico “assassinato cultural” – que ele próprio toma a iniciativa e se lança na água, resolvendo o conflito.

Trago esta lenda e superstição aos jogos do Corinthians na Libertadores. Como assim? Explico.

Desde 1991, sempre houve uma figura que destruísse nossas ambições da tão desejada taça sulamericana.

Em 1991, Guinei, com uma jogada esdrúxula e uma participação lamentável no primeiro jogo, ajudou a desclassificar o Corinthians contra o Boca em pleno Morumbi lotado. Em Buenos Aires o zagueiro já tinha errado feio no gol de Graciani.

Em 1996, Alexandre Lopes oi o Jonas da vez, não soube marcar o competente Jardel e vacilou no segundo gol do Grêmio marcado por Paulo Nunes.

Em 1999, Corinthians foi eliminado pelo arqui rival Palmeiras, perdendo nos pênaltis por 4X2 pro Palmeiras. Dessa vez houve dois Jonas no navio do Timão. Vampeta e Dinei, ambos erraram suas penalidades.

Em 2000, de novo o rival de estimação (como bem fala Olivetto) e mais uma vez a eliminação na Libertadores. A fatalidade mais uma vez esteve do lado alvinegro. O Jonas dessa vez foi o ídolo Marcelinho Carioca. Errou a ultima cobrança de pênalti.

Em 2003, o Corinthians de Geninho foi eliminado pelo River Plate. O Jonas era o lateral esquerdo Roger que foi expulso quando entrou violentamente em D’Alessandro a pedidos do técnico Geninho.

Em 2006, o lateral direito Coelho foi o Jonas. Perdemos em casa mais uma vez pro River Plate. Coelho tentou afastar um cruzamento de Gallardo, mas acabou jogando contra a sua própria meta, sem chances para Sílvio Luiz. O erro de Coelho destabilizou o time.

Em 2009, Moacir em pleno Maracanã molhado, fez um pênalti infantil e fez com que o Corinthians jogasse em desvantagem no jogo de volta no Pacaembu.

Amanhã ou este ano acho que nunca ficou tão evidente a presença de Jonas. Porém desta vez ele não estará em campo e sim no banco de reservas. O comandante do navio é o Jonas!

Anúncios

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Aylton said, on 02/02/2011 at 19:16

    Texto perfeito.

    O Jonas realmente é o Tite.
    Não sabe montar o time.

    Tenho uma pontinha que está torcendo pra perder e mandar esse tecnico embora. Ele é muito burro. Vai escalar o Paulinho.

    Só nos resta rezar.

  2. Caio said, on 03/02/2011 at 09:13

    Caro Xico, você acertou em cheio. O Jonas desse ano foi o Tite. Um técnico que arma um time com três volantes e três atacantes só pode estar de brincadeira. Esse mesmo técnico insiste em colocar o Danilo para jogar. Só nos resta a esperança de que ele vá embora a tempo de tentarmos alguma coisa esse ano.

  3. Joaquim Seabra said, on 03/02/2011 at 10:53

    Bom dia,

    O Tite não é único culpado, mas a nossa diretoria é a principal culpada nisso tudo. Vive desde 2009 numa soberba, numa máscara que dá nojo. O Corinthians em campo é o reflexo disso, sem raça, sem vibração.

    Outra coisa importante que temos que perceber é a seguinte: Todo time que tem “acordos” com o Carlos Leite está passando vergonha.

  4. xicopati said, on 03/02/2011 at 12:09

    Caro Joaquim, vc tem toda razão, sua análise é bem mais profunda e real, a minha foi mais ludica! Rs abraço!

    • Joaquim Seabra said, on 04/02/2011 at 17:18

      Caro Xico,

      Outra coisa importante que acabei esquecendo é os vices de futebol do Timão. Depois que o Antônio Carlos saiu não conseguiram contratar um jogador que tenha condições de vestir a camisa do Timão. Bill, Souza, Henrique, Moradei que saiu mas voltou e por aí vai.

      O começo seria trocar quem ocupa esse cargo hoje, para colocar alguém realmente conheça futebol. Enquanto isso, carlos leite dá as cartas


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s