Blog do Xico Malta

No Pasaran!*

Posted in Geral by xicopati on 18/12/2007

De Xico Malta 

O Real Madrid sempre teve estreitas ligações com o poder na Espanha. Basta lembrar, recentemente, do perdão da dívida colossal do clube pelo governo de Jose Maria Aznar.

Durante os anos pós – guerra civil, a equipe madrilena foi a vitrine do franquismo, regime político espanhol sob a ditadura do general Francisco Franco, o Caudillo, entre o fim da guerra civil de 1936 e a dissolução das instituições franquistas em 1977.

Reproduzo um post publicado por um anônimo torcedor do Barça, no site http://www.as.com, narrada de forma sarcástica, o qual mistura ficção e realidade da história do Real Madrid sob a vigilância do general:

Temporada 1939/40: Logo após a guerra civil, uma vez instalada no poder, a ditadura franquista começa a estabelecer suas prioridades políticas, governamentais e futebolísticas… Objetivo: O Real Madrid ganhará a liga todos os anos. Pequena causa grandes efeitos. O Caudillo ordenou o fuzilamento de alguns presidentes de clubes odiados por ele.

Campeão da liga: Athlétic Aviación

Campeão da copa: C.D. Espagnol

Temporada 1940/41: Depois dos resultados da temporada passada, Franco corrompe os árbitros. O Real tem que ser campeão!

Campeão da liga: Athlétic Aviación

Campeão da copa: Valencia

Temporada 1941/42: Depois de ter ordenado o fuzilamento de alguns árbitros, Franco aumenta os impostos do país de 2,7 %, para que o Real possa contratar jogadores e conquistar o título. O Caudillo ordena a prisão da sogra do presidente do Valência, clube este que ousou tomar a copa do seu amado clube.

Campeão da liga: Valencia

Campeão da copa: Barcelona

Temporada 1942/43: A sogra do presidente do Barcelona, mulheres e filhos de mandatários do clube catalão se juntam na prisão com a sogra do presidente do Valência. Franco aumenta os impostos de 3% para corromper os árbitros da primeira divisão. Nada disso, porém, faz o clube madrileno alcançar o título da liga.

Campeão da liga: Athletic Club (Bilbao)

Campeão da copa: Athletic Club (Bilbao)

Temporada 1943/44: Todos os árbitros da temporada passada são condenados a trabalhos forcados no Vale dos Mortos. Secretamente, o Caudillo ordena o bombardeamento de Guernica pela segunda vez. O corpo de arbitragem da liga está totalmente corrompido.

Campeão da liga: Valencia

Campeão da copa: Athletic Club (Bilbao)

Temporada 1944/45: O Caudillo convoca todos os responsáveis do futebol espanhol no Hotel Hilton d ‘Albacete. Esta reunião secreta tem por objetivo o favorecimento do título ao Real Madrid.

Campeão da liga: Barcelona

Campeão da copa: Athletic Club (Bilbao)

Temporada 1945/46: Após o desaparecimento misterioso de todos os dirigentes da Federação Espanhola de Futebol, o Caudillo nomeia novos membros. A maioria é composta por parentes do ditador. Finalmente, a copa está nas mãos do Real.

Campeão da liga: Sevilha

Campeão da copa: Real Madrid

Temporada 1946/47: Franco deserda e coloca no exílio alguns de seus familiares. Ele estabelece um novo imposto o FNPRM (fundo nacional para o Real Madrid). Ele escolhe pessoalmente os árbitros e os instrui durante duas semanas no Prado (residência do chefe de Estado). As ordens são claras: O Real tem que ganhar a Liga este ano.

Campeão da liga: Valência

Campeão da copa: Real Madrid

Temporada 1947/48: Aqui estão alguns estratos de gravações de membros da Federação Espanhola dentro do Prado: “Por favor, Señor Caudillo, perdão! Houve um equivoco, Nos tínhamos entendido a COP….”

Novos árbitros são nomeados. A sogra e os filhos do presidente do Valencia são torturados.

Campeão da Liga: Barcelona

Campeão da Copa: Sevilha

Temporada: 1948/49: Prisão em massa de árbitros. Juntam-se a eles alguns dirigentes do Barcelona e do Sevilha. Sob a ordem expressa do Caudillo, todo arbitro deve possuir além do diploma uma carteira de sócio do Real. A sociedade espanhola começa a desconfiar do favorecimento do General.

Campeão da Liga: Barcelona

Campeão da Copa: Valencia

Temporada: 1949/50: Ordens expressas do Caudillo para decretar o fechamento de algumas indústrias testeis, que pertencem aos membros dos clubes ganhadores da temporada passada. A Senhora Pilar Franco, irmã do Caudillo, aconselha o seu irmão a abandonar sua paixão pelo futebol. A causa é o sofrimento de ulceras de estomago do General.

Campeão da Liga: Athlético Madrid

Campeão da Copa: Athletic Bilbao

Temporada: 1950/51: Penas severas são impostas para quem falar o Basco. Novos árbitros são formados e ameaçados.

Campeão da Liga: Athlético Madrid

Campeão da Copa: Barcelona

Temporada 1951/52: Franco ordena todos os seus generais para que deixem de serem membros do Atlético de Madrid Aviacion, Penas mais severas para quem falar o catalão. Nova reunião secreta com os dirigentes da Federação no Hotel Palace de Cuenca.

Campeão da Liga: Barcelona

Campeão da Copa: Barcelona

Temporada 1952/53: Novas execuções em massa. O presidente do Barca é torturado pelo próprio Caudillo. Numa mensagem a nação, o General avisa a população que nesta temporada o Real não ganhará. Ele declara guerra a Andorra e que a fome e a miséria estarão de volta.

Campeão da Liga: Barcelona

Campeão da Copa: Barcelona

Temporada 1953/54: Cabisbaixo, convencido por sua esposa que o Real poderá acabar com sua saúde, Franco abandona o seu sonho de conquista da Liga pelo seu querido clube. Ele decide então se voltar para a caça e a pesca, a construir barragens e acelerar os investimentos norte americanos na Espanha.

Campeão da Liga: REAL MADRID

Campeão da Copa: Valência.

No pasaran ! não passarão! , foi o lema dos partidários da Segunda República Espanhola (1931-1939) na luta contra os rebeldes nacionalistas comandados pelo general Franco. Este célebre slogan está associado a Dolores Ibarrurí Gómez (1985 -1989), La Passionaria, pronunciado por ela quando Madrid estava cercado pelas tropas falangistas do Caudillo.

Anúncios

16 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Michael Serra said, on 18/12/2007 at 03:06

    uhahuauha muito bom..

    “A sociedade espanhola começa a desconfiar do favorecimento do General”.

    hahaha, tanto lá, como cá, povo demora a perceber as coisas…

  2. Cristhian said, on 18/12/2007 at 08:42

    Como é? Só em 48 é que os espanhóis começaram a desconfiar que tinha algu errado? Eles mereciam, numa boa…
    Excelente matéria! E ainda há quem diga que futebol é mero passatempo.

  3. PAULO said, on 18/12/2007 at 10:37

    Birner, bom dia.

    Acredito que você possa contar uma história que aconteceu em terras tupiniquins nos idos de 1942.

  4. Raimundo said, on 18/12/2007 at 11:05

    História parecida com a de um certo clube da capital paulista, de três cores.

  5. Michael Serra said, on 18/12/2007 at 12:11

    O povo adora viajar na maionese…

  6. Denilson Martins said, on 18/12/2007 at 13:33

    O Lula e o FHC devem fazer e terem feito o mesmo com o Corinthians né, talvez por isso, tanta parceria com mafiosos internacionais e campeonatos e juízes comprados pelo alvi negro paulistano.

  7. Cássio said, on 18/12/2007 at 14:00

    Puxa! Será que é por essas históricas e estreitas ligações com os períodos ditatorias que os são-paulinos gostavam de auto-intitular o clube de “Real Madrid da Vila Sônia”.

  8. Cássio said, on 18/12/2007 at 14:01

    Michael Serra, vai conhecer um pouco de história, vai.

  9. PAULO said, on 18/12/2007 at 14:32

    Michael Serra, conhece um clube chamado Deustch Sport ou Associação Alemã de Esporte.

  10. Alberto Júnior said, on 18/12/2007 at 15:16

    Muito legal este post. Enquanto o ditador sanguinário forçou a barra para que o Real vencesse não adiantou, as leis do esporte foram mais fortes. Aliás, quem gosta de acompanhar o futebol espanhol e as trajetórias de Barcelona e Athletic Bilbao, principalmente, precisa conhecer um pouco da história desses times. São belas histórias.

  11. Alexandre said, on 18/12/2007 at 20:22

    Esse texto é típico de um derrotado. Logo, só poderia ser torcedor do Barcelona.

    A Espanha tem que dar Graças a Deus por ter tido Franco no poder. Se os comunistas tivessem tomado a Espanha teríamos hoje uma Bulgária que fala castelhano, catalão e basco.

    E, pra quem realmente conhece história, os “revolucionários” da República matavam de fome ou por fuzilamento padres, freiras e oponentes do regime; depois disso deixavam os corpos expostos na rua. Belo regime igualitário queriam implantar…

  12. Sergio Marcio said, on 19/12/2007 at 00:57

    Ótimo texto.

    A Juventus de Turim ganhava títulos na mão grande e muita gente chiava. Mas aí vinham os que falavam que era choradeira, paranóia. Até que um dia a casa caiu e o que os “chorões” falaram durante anos ficou escancarado.

    Será que a casa de um certo clube, muito próximo à Gétúlio Vargas, ditaduras, Laudo Natel e à elite quatrocentona paulista (uma das mais nojentas do país), cairá alguma hora também?

    E prefiro fingir que não li o comentário acima sobre a Espanha “dar graças a Deus” por ter tido Franco no poder. Mamma mia!!!

  13. Michael Serra said, on 19/12/2007 at 04:20

    eita denovo..

    Getulio Vargas onde?

    já ouviu falar da abertura do campeonato paulista de.. ahn, 43, 42 nao lembro. Onde o SPFC foi ovacionado por toda a populacao de sao paulo por causa de seu nome, dando um tapa de luva de pelica no getulio?

  14. PAULO said, on 19/12/2007 at 10:21

    Michael Serra, apenas responda vc conhece um clube extinto chamado Deustch Sport ou Associação Alemã de Esporte?

    Vocês devem muito a Getúlio não é mesmo?

    Conhece um lugar chamado Canindé?

  15. manoel matias dos santos said, on 03/04/2008 at 15:41

    Será por isso que eles coseguiram tantos títulos e tantos bons jogadores durante sua história recente??
    É assim que a fifa concorda em que eles seram “O MELHOR TIME DO SÉCULO PASSADO”.
    Que coisa ridícula ( os dois)…

  16. Cássio said, on 03/04/2008 at 16:21

    Michel Serra,
    que eu saiba no campeonato paulista de 42 o SPFC fugiu de campo quando apanhava do Palmeiras por 3X1..
    Falando em década de 40…já ouviu falar no “Jogo da Barrica”?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s